CRAS – Centro de Referência de Assistência Social

Secretaria de Assistência e Desenvolvimento Social

A Secretaria Municipal de Assistência e Desenvolvimento Social e o Centro de Referência de Assistência Social – CRAS, de Caiapônia-GO tem desenvolvido um conjunto de medidas em virtude da situação de emergência e calamidade pública decorrente da COVID-19.

Tais atividades objetivam atender à população afetada socioeconomicamente, como os usuários de programas sociais e outras famílias em vulnerabilidade social, agravada pelos efeitos da pandemia. Deste modo, visou-se a garantia da segurança alimentar e a prevenção da disseminação do novo coronavirus.

Ressalta-se que todo o processo de doação foi estabelecido por meio de Termo de Doação, e respeitou todas as recomendações de prevenção da Vigilância Sanitária e da OMS (Organização Mundial da Saúde). Contou-se com a parceria entre secretarias municipais, empresas e organizações públicas e privadas, fundação religiosa e sociedade civil, cuja ação conjunta de solidariedade buscou atender as famílias de baixa renda durante a determinação de isolamento social.

Nessa conjuntura, por meio destas parcerias, foram disponibilizadas para doação: 360 cestas básicas pela EMATER; 49 cestas básicas pela Jhon Deree; 102 cestas básicas pela Igreja Católica; 550 cestas básicas pela OVG e 68 cestas básicas para a comunidade quilombola. Desde o mês de Maio de 2020 já foram entregues 763 cestas básicas à população caiaponiense, da zona urbana e rural. Dentre os assentamentos e acampamentos contemplados, estão o Alcalina, Torres do Rio Bonito, Padre Ilgo, Monte Sinai, Campo Belo, Conquista, Queno, Torres da Boa Vista, Morrinhos 2, Querência, Eldorado dos Carajás, Povoado do Boa Vista e Povoado do Planalto Verde.

Ainda visando a segurança alimentar da população, a Assistência Social realizou até o mês de Julho de 2020 a parceria com a CONAB, Companhia Nacional de Abastecimento, que é uma empresa pública, vinculada ao Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento, que além de possibilitar as doações semanais de frutas, legumes e verduras a centenas de famílias carentes de Caiapônia, é um importante incentivo à produção agrícola do município.

Visando alcançar outras vulnerabilidades enfrentadas pela comunidade, a Secretaria Municipal de Assistência Social contou com a parceira da COMIGO na Campanha do Agasalho, com a doação de centenas de roupas, agasalhos e cobertores.

Nessa mesma intenção, por meio de parceria com a Organização das Voluntárias de Goiás (OVG) foram disponibilizados mais de 100 cobertores para doação. Esses itens foram e ainda estão sendo entregues à população mais necessitada durante o período de inverno.

A Secretaria de Assistência e Desenvolvimento Social realizou ainda a concessão de 9 Auxílios Natalidades, com itens como banheiras, fraldas, colchão, roupas de cama, roupas para recém-nascido, P e M para verão e inverno, toalhas de banho e toalhas de boca.

Por meio do trabalho do PAIF – Serviço de Proteção e Atendimento Integral às Famílias, o CRAS realiza ainda a intermediação de doações de roupas e enxovais semi-novos à gestantes que estão em vulnerabilidade socioeconômica, prestes a dar à luz. Além disso, realiza o acompanhamento psicossocial de 72 mulheres, que estão gestantes ou deram à luz recentemente. O acompanhamento familiar está ocorrendo por meio de atendimento virtual, com atendimento psicológico, socioassistencial e orientativo às participantes.

Outras 40 famílias que encontram-se em vulnerabilidade social continuam recebendo a atenção da Psicóloga e da Assistente Social do PAIF. Portanto, continuam sendo realizados os atendimentos à famílias com vítimas de abuso sexual infanto-juvenil, violência doméstica, negligência contra o idoso ou pessoa com deficiência, etc.

O Programa Criança Feliz também continua com suas ações de orientação familiar, trabalhado normalmente durante o período de pandemia, com atendimentos às crianças de 0 a 3 anos, gestantes e crianças que recebem o Benefício de Prestação Continuada (BPC) inseridas no Cadastro Único. Os atendimentos são presenciais ou virtuais, com o objetivo de fortalecer os vínculos familiares, por meio de atividades lúdicas e brincadeiras. Além disso, o programa vem contribuindo com a entrega das cestas básicas e outras atividades fundamentais durante a pandemia.

Outro serviço que continua em constante funcionamento é o Serviço de Convivência e Fortalecimento de Vínculos – SCFV, ofertado no CRAS. Com cerca de 64 crianças e 64 adultos e idosos participando ativamente dos atendimentos virtuais.

Sensível às consequências da medida de isolamento social, o Serviço de Convivência e o Programa Criança Feliz planejaram e executaram um projeto de entretenimento e lazer para seus usuários, com a distribuição de kits socioeducativos, contendo informativo sobre a doença da Covid-19, livrete orientativo de prevenção, cadernos, desenhos para colorir, lápis de cor, tinta guache, massinha de modelar, lápis de escrever, borracha, apontador e guloseimas. Os kits foram entregues seguindo todas as recomendações de segurança da OMS.

Além dos cuidados quanto a disseminação do novo coronavírus, a Secretaria de Assistência Social disponibilizou máscaras para os usuários dos serviços sociais, durante os atendimentos em visitas domiciliares ou no CRAS, conforme necessidade do usuário.

Outro importante serviço prestado foi a Campanha contra o Abuso e a Exploração Sexual contra Crianças e Adolescentes. Neste ano, em virtude da pandemia, a mobilização social foi realizada virtualmente e por meio de entrevistas orientativas na rádio Liberdade – FM. No entanto, os serviços e atendimentos no combate a esse tipo de violência continuam ocorrendo, de forma a não deixar a vítima e sua família desassistidas durante o isolamento social.

De modo geral, a Assistência Social e o CRAS tiveram aumento significativo na demanda de atendimentos em todas as áreas de atuação. Desde o mês de março até a presente data, foram milhares de atendimentos. Toda a equipe está trabalhando diariamente em prol da comunidade, empenhados no combate à vulnerabilidade social, à insuficiência alimentícia, à violação de direitos e, acima de tudo, objetivando o fortalecimento dos vínculos familiares e a qualidade de vida de seus usuários.

No dia 15 de junho de 2020 foram realizadas as entregas de cestas básicas doadas em parceria com a Emater nos Acampamentos Torres da Boa Vista, Monte Sinai e Campo Belo. Ao todo, foram concedidas 71 cestas básicas.

No dia 16 de junho de 2020 foi a vez dos Assentamentos Conquista, Eldorado dos Carajás e Padre Ilgo serem beneficiados com as cestas básicas em parceria com a Emater. Ao todo foram concedidas 200 cestas básicas para os moradores:

Conquista

Eldorado dos Carajás

Padre Ilgo

No dia 17 de junho de 2020, foram concedidas 43 cestas básicas para os Assentamentos Querência, Morrinhos 2 e Povoado Boa Vista. As doações foram realizadas pela Emater em parceria com a Secretaria Municipal de Assistência e Desenvolvimento Social.

Em 18 de junho de 2020 o Assentamento Keno foi contemplado com 34 cestas básicas, concedidas pela Emater em parceria com Assistência Social de Caiapônia.

No dia 19 de junho de 2020 a Secretaria Municipal de Assistência e Desenvolvimento Social realizou a entrega de 12 cestas básicas aos moradores do Assentamento Torres do Rio Bonito.

No dia 23 de junho de 2020 a equipe da Assistência e Desenvolvimento Social realizou a concessão de 34 cestas básicas e 37 cobertores da OVG no Povoado do Planalto Verde.

 

No dia 27 de junho de 2020 foi realizada a concessão de 68 cestas básicas para a Comunidade Quilombola. A responsável pelo recebimento foi a srª Cristininha, líder da comunidade.

Ainda durante a Pandemia, a Assistência Social contribuiu com as entregas de cestas básicas da Secretaria Municipal de Educação, auxiliando na identificação das famílias de alunos da rede municipal, que estejam passando por vulnerabilidade social. Foram disponibilizadas 31 cestas básicas para as famílias.

A Assistência Social realizou até o mês de julho de 2020 a parceria com a CONAB, Companhia Nacional de Abastecimento, que é uma empresa pública, vinculada ao Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento, que além de possibilitar as doações semanais de frutas, legumes e verduras a centenas de famílias carentes de Caiapônia, é um importante incentivo à produção agrícola do município.

Visando alcançar outras vulnerabilidades enfrentadas pela comunidade, a Secretaria Municipal de Assistência Social contou com a parceira da COMIGO na Campanha do Agasalho, com a doação de centenas de roupas, agasalhos e cobertores.

Com o intuito de atender a necessidade de diversas famílias, a Secretaria de Assistência e Desenvolvimento Social com a parceria da Organização das Voluntárias de Goiás (OVG) disponibilizou mais de 100 cobertores para doação. Esses itens foram e ainda estão sendo entregues à população mais necessitada durante o período de inverno.

A Secretaria de Assistência e Desenvolvimento Social realizou no ano de 2020 a concessão de 9 Auxílios Natalidades, com itens como banheiras, fraldas, colchão, roupas de cama, roupas para recém-nascido, P e M para verão e inverno, toalhas de banho e toalhas de boca.

Por meio do trabalho do PAIF – Serviço de Proteção e Atendimento Integral às Famílias, o CRAS realiza a intermediação de doações de roupas e enxovais semi-novos à gestantes que estão em vulnerabilidade socioeconômica, prestes a dar à luz. Além disso, realiza o acompanhamento psicossocial de 72 mulheres, que estão gestantes ou deram à luz recentemente. O acompanhamento familiar está ocorrendo por meio de atendimento virtual, com atendimento psicológico, socioassistencial e orientativo às participantes.

A equipe do Programa Criança Feliz tem trabalhado normalmente durante o período da pandemia, com atendimentos às crianças de 0 a 3 anos, gestantes e crianças que recebem o Benefício de Prestação Continuada (BPC) inseridas no Cadastro Único. Os atendimentos são presenciais ou virtuais, com o objetivo de fortalecer os vínculos familiares, por meio de atividades lúdicas e brincadeiras. Além disso, o programa vem contribuindo com a entrega das cestas básicas e outras atividades fundamentais durante a pandemia.

Sensível às consequências da medida de isolamento social, o Serviço de Convivência e Fortalecimento de Vínculos e o Programa Criança Feliz, planejaram e executaram um projeto de entretenimento e lazer para seus usuários, com a distribuição de kits socioeducativos, contendo informativo sobre a doença da Covid-19, livrete orientativo de prevenção, cadernos, desenhos para colorir, lápis de cor, tinta guache, macinha de modelar, lápis de escrever, borracha, apontador e guloseimas. Os kits foram entregues seguindo todas as recomendações de segurança da OMS.

Além dos cuidados quanto a disseminação do novo coronavírus, a Secretaria de Assistência Social confeccionou e disponibilizou máscaras para o público dos serviços sociais, para os atendimentos em visitas domiciliares e no CRAS, conforme necessidade do usuário.

Pensando ainda na proteção de seus funcionários, a Assistência Social disponibilizou EPI’s de Proteção aos colaboradores, visando prevenir a contaminação dos mesmos durante os serviços essenciais.

Importante serviço prestado pela Assistência Social e o CRAS é a Campanha contra o Abuso e a Exploração Sexual contra Crianças e Adolescentes. Neste ano, em virtude da pandemia, a mobilização social foi realizada virtualmente e por meio de entrevistas orientativas na rádio Liberdade – FM, durante o mês de maio, mês da campanha. No entanto, os serviços e atendimentos no combate a esse tipo de violência continuam ocorrendo diuturnamente, de forma a não deixar a vítima e sua família desassistidas durante o isolamento social.

O CRAS participou de uma entrevista na rádio Liberdade FM para informar sobre a distribuição de cestas básicas, deixando explícito para a população todo processo que deve ser feito para ter o auxílio concedido, assim como os requisitos e o público alvo do Benefício Eventual.

Em 23 de julho de 2020 a Assistência Social realizou a entrega de 10 cestas básicas e de EPI’s para prevenção da Covid-19 aos moradores do Abrigo Amor e Caridade de Caiapônia-GO. Considerando que é um público extremamente vulnerável ao agravamento da doença, foram tomadas todas as medidas de segurança durante a entrega.